• (31) 2526-8318
  • Seg-Sex, 8:00-18:00

Projeto de prevenção e combate a incêndio: você está contratando certo?

Projeto de prevenção e combate a incêndio: você está contratando certo?

Além de funcionalidade, o projeto deve priorizar e garantir  segurança da estrutura e das pessoas que utilizarão o espaço.

 

Segundo o monitoramento de incêndios estruturais em edificações no Brasil, exceto em residências, feito pelo ISB, foram contabilizados, em 2019, 866 ocorrências de casos em hospitais, hotéis, escolas, prédios públicos, museus e outros. 

Assim, fica evidente a importância do projeto de prevenção e combate a incêndio, aplicadas a construções novas e antigas. 

“O principal desafio é aliar a segurança do usuário com o conceito estrutural. Primeiro, é necessário prezar pela eficiência, tendo em vista minimizar os impactos nas soluções arquitetônicas e estéticas do empreendimento”, explica nossa projetista Marina Paiva.

Projeto de prevenção e combate a incêndio: você está contratando certo?
Projeto de prevenção e combate a incêndio: você está contratando certo?

Marina, que é técnica em edificações e já integra nosso time de projetos desde 2017 com cerca de 90 projetos, destaca que a análise é feita na etapa inicial das obras, que, além de identificar medidas obrigatórias, estuda os pontos importantes que impactam na arquitetura.

“Saídas de emergência, compartimentação vertical e horizontal, são extremamente importantes […]. Portanto, devem ser tratados logo na fase de concepção do projeto, para que não hajam impactos indesejados no andamento da obra”, destacou.

Projeto de prevenção e combate a incêndio
Sinalizações do projeto de prevenção e combate a incêndio

O projeto serve para prevenir acidentes e permitir que as pessoas evacuem o local em segurança. Quanto mais usuários no edifício, maior o risco e mais rigorosas são as normas. 

As normas são regulamentadas pelo Corpo de Bombeiros de cada estado, diferentes para cada tipo de obra, conforme uso, tamanho e localização. Por lidar com de empreendimentos de grande porte e alta complexidade em todo país, nossa especialista conta que é preciso ter “fluência nas normas” e estar atenta a eventuais revisões. 

Ela detalha sobre a importância da “compatibilização com as demais disciplinas”, sempre visamos oferecer soluções eficientes e integração de todos os projetos de instalações.

“Além da compatibilização com as demais instalações prediais, sempre temos o cuidado de projetar os equipamentos, observando decoração e layout interno dos ambientes”, detalhou.

Projeto de prevenção e combate a incêndio
Elementos do sistema de prevenção e combate a incêndio, extintor e mangueiras de incêndio

O projeto deve dispor de meios de combate às chamas, áreas para evacuação e facilitar a ação das equipes de salvamento. 

São placas de sinalização, iluminação de emergência, extintores específicos para cada tipo de chama, mangotinhos, alturas de instalação e distâncias que devem ser estudadas para o melhor aproveitamento de cada elemento.

O sistema serve para evitar acidentes e guiar as pessoas no edifício por um caminho específico até a saída de emergência, quando necessário, com indicação clara do percurso. 

Em caso de acidentes, as dicas são:

  • – Feche portas e janelas ao sair de um cômodo;
  • – Seja rápido, priorize a fuga do espaço o quanto antes, mas sem correr;
  • – Ajude os outros, explique a situação, é normal as pessoas paralisarem em momento de pânico;
  • – Não empurre ninguém, explique a situação e tente achar uma saída;
  • – Desça até o térreo, siga a sinalização até a saída de emergência indicada. 
  • – Em caso de muita fumaça, cubra o nariz com um pano, de preferência molhado. 
  • – Acione os bombeiros pelo número 193, imediatamente.

 

#Projelet | Soluções em Projetos Integrados ⠀⠀

#construçãocivil #sistemasprediais #prevençãoecombateaincêndio #segurança #normas