Projelet ECOM no Estado de Minas

By Analista Comercial 1 ano agoNo Comments

União de esforços e expertises

Tecnologia

Fusão de empresas gera investimento em softwares, capacitação e desenvolvimento de projetos-pilotos visando corrigir problemas durante a construção e reduzir conflitos 

Há pouco mais de um ano do início de seu processo de fusão, a Projelet ECOM, empresa do ramo de projetos de instalações de sistemas prediais, já investiu mais de R$ 300 mil em softwares, capacitação e desenvolvimento de projetos-pilotos na plataforma Building Information Modeling (BIM). Desde 2015, a empresa vem passando por uma verdadeira transformação, que teve início com a união da Projelet comada ECOM Engenharia.

Segundo o diretor comercial, Bruno Marciano, as mudanças fazem parte de um plano de negócios cujo foco é aumentar o potencial de mercado da empresa. Com a união das duas corporações, os diretores conseguiram, ainda, integrar todas as disciplinas da área de sistemas prediais. “A fusão significou também a junção de esforços e de expertises. Além disso, nossa diretoria está disposta em escopos específicos de atuação,o que nos propiciou uma melhor estrutura organizacional”, afirma.

Outro fator que determina o salto em competitividade é o investimento em tecnologia. O Building Information Modelling (BIM), modelagem da informação da construção, é uma dessas metodologias já utilizadas em diversas partes do mundo e que vem sendo implementada nos setores público e privado no Brasil. Ele visa corrigir os problemas durante a construção, reduzir conflitos e melhorar a qualidade geral nos processos em cada área específica.

Para o engenheiro Weber Carvalho, o sócio-diretor da empresa Projelet ECOM, as pessoas ainda têm dificuldade de mensurar o significado e a importância do BIM nas fases de elaboração e execução de um projeto. “Ele tem um potencial extraordinário de alinhar uma série de dados produzidos por profissionais de diferentes áreas e que usam ferramentas de informática diversas. A possibilidade de modelagens em 3D continua sendo a característica mais famosa do BIM,mas sua utilização vai muito além de um efeito estético. As informações usadas no projeto ficam para sempre, criando um fluxo de responsabilidades que pode ajudar até em setores como o de seguros ou para pendências jurídicas”, explica o especialista.

VALORIZAÇÃO

Carvalho prevê um crescimento na busca pelos projetos em plataforma BIM na Projelet ECOM. A empresa conta com alguns contratos para desenvolvimento de projetos nesta plataforma e, mesmo aqueles que não são acordados dessa forma, são elaborados parcialmente em BIM, visando incentivar e valorizar a ferramenta ante o mercado. Ele conta que,no fim de 2013, por exemplo, eles foram contratados para elaborar um projeto no Edifício Diamond Business, no Bairro de Lourdes, em Belo Horizonte. “Inicialmente, ele foi realizado em AutoCAD, mas este ano decidimos modelá-lo, realizando uma construção virtual, semelhante à real. A iniciativa de aplicar o BIM nessa edificação foi porque ela englobava muitas disciplinas desenvolvidas pela Projelet ECOM”, lembra o engenheiro.

(Matéria publicada no Estado de Minas em 6 de Setembro de 2016)

Category:
  News

Leave a Reply

Your email address will not be published.

2 × cinco =