Entrevista ao DOCOL

By md 3 anos agoNo Comments

Um dos diretores da Projelet, Weber Carvalho, concedeu entrevista ao site ClubeDocol sobre o papel das empresas e profissionais na redução do consumo de água. A entrevista está para lá de interessante. Confira abaixo:

“O instalador hidráulico é peça fundamental no uso correto da água”

Especialista em sistemas hidráulicos fala sobre o papel das empresas e profissionais na redução do consumo

Formado em Engenharia de Produção Civil pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais e pós-graduado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Minas Gerais, Weber de Freitas Carvalho iniciou sua carreira na área de sistemas hidráulicos quando ainda era adolescente e desde então trabalha nesta área.

O profissional passou por duas empresas de construção civil e há 12 anos é diretor técnico da Projelet, companhia que ele administra em parceria com dois sócios. Em seu dia a dia, Weber é responsável pelos projetos hidrossanitários de construções prediais localizadas em 12 estados brasileiros. Nesta Entrevista do Mês de março, ele falou sobre o papel do instalador hidráulico, da Docol, da própria Projelet e do usuário final na busca pela economia e uso. Confira:

Clube DOCOL: De acordo com a sua visão de especialista em sistemas hidráulicos, o que é preciso fazer para economizar água?

Weber: Primeiramente precisamos entender que a economia de água depende de três pontos: sistema hidráulico, a escolha dos metais sanitários corretos e modo de consumo. Essas partes precisam funcionar corretamente, tendo como objetivo em comum a redução do consumo e a preservação do meio ambiente.

Clube DOCOL: Quem é responsável por cada um desses pontos?

Weber: A parte de sistema é responsabilidade da equipe que projeta a rede hidráulica. Esse é o trabalho realizado na Projelet. Buscamos tecnologias que vão ajudar a poupar água quando o sistema estiver em uso.

O segundo ponto envolve a Docol, que é a fabricante de metais sanitários como arejadores, restritores de vazão, torneiras de fechamento automático e válvulas de descarga econômicas. Estes são produtos que contribuem para a redução do consumo de água em uma instalação.

Por último, o responsável pelo consumo é o usuário final. Ele é a principal peça para que haja economia de água. Caberá a ele usar a água de maneira responsável e não desperdiçar no dia a dia. Se o usuário não entender qual a sua importância para alcançar esse objetivo, todo o trabalho da empresa responsável pelo projeto e da fabricante de metais sanitários terá sido em vão.

Clube DOCOL: Qual é a função do instalador nesse processo?

Weber: O instalador é o profissional que faz com que os três pontos funcionem juntos, pois ele será o responsável por entender corretamente o projeto, executar a obra exatamente como foi planejada e indicar os metais que serão utilizados. Além disso, o instalador é a pessoa mais próxima do usuário. É responsabilidade deste profissional orientar às pessoas a maneira correta de usar os produtos e informar quais são as boas práticas no uso da água.

Clube DOCOL: Quais ações práticas podemos tomar para garantir a economia de água?

Weber: Existem várias ações. A empresa que projeta precisa, por exemplo, encontrar maneiras de diminuir o tempo que chuveiros a gás demoram para aquecer a água, pois a maioria das pessoas deixa o fluxo de água fria aberto para depois começar o banho. Também é preciso prestar atenção nas pressões para que não ocorra vazão exagerada.

É papel da Docol continuar investindo em pesquisas e no desenvolvimento de produtos que ajudam a reduzir o consumo. E o usuário final precisa seguir regras básicas, como fechar a torneira enquanto estiver escovando os dentes, ensaboando a louça ou se barbeando e cobrar do governo educação, para que atitudes simples como essas que citei sejam ensinadas nas escolas e em outros locais.

Clube DOCOL: E quanto ao reaproveitamento da água de máquinas de lavar, chuveiros e pias, você recomenda?

Weber: A ideia é muito interessante e pode ser planejada ainda na fase de projeto. São as chamadas águas cinzas, que podem ser reaproveitadas em vasos sanitários. Nesta fase também é possível criar sistemas de captação de água da chuva.

Clube DOCOL: Já existe alguma lei que obriga residências a terem sistemas de reaproveitamento e captação como esses?

Weber: Não existe nenhuma lei que obrigue essas construções a terem esses sistemas. A medição individualizada do consumo de água em condomínios, por exemplo, é obrigatória apenas em São Paulo (SP); já em Belo Horizonte (MG) não. As leis são regionais. O aproveitamento da água da chuva é obrigatório em poucas cidades brasileiras. Porém, existem normas técnicas que devem ser seguidas no momento de executar esse tipo de projeto, por isso, o instalador precisa ficar atento para se manter atualizado.

Clube DOCOL: Qual mensagem você gostaria de deixar para os instaladores do clube?

Weber: O instalador é extremante importante na leitura correta do projeto, na orientação do usuário final e também na escolha dos melhores metais sanitários. Ele é fundamental, pois pode acompanhar o projeto desde o início. Minha dica é: esteja cada vez mais atualizado para que possa transmitir credibilidade para o mercado.

Category:
  News

Leave a Reply

Your email address will not be published.

1 × 3 =