• (31) 2526-8318
  • Seg-Sex, 8:00-18:00

Patrimônio Histórico de São Paulo recebe projeto de instalações do time Projelet

Patrimônio Histórico de São Paulo recebe projeto de instalações do time Projelet

Estação Santo Amaro, que liga metrô e trem (CPTM), reforma e amplia plataformas de ligação onde circulam 95 mil passageiros por dia.  

Como agentes de transformação, nossa visão de futuro é participar do crescimento do Brasil e fazer parte da história. Por conta disso, participamos de projetos que são verdadeiros marcos históricos, como o da Estação Santo Amaro de Metrô-CPTM, em São Paulo. 

O projeto prevê a reforma e ampliação da 4 mil m², com 8 novas escadas rolantes, 4 elevadores e duração prevista de 24 meses, que abrange a ligação entre a estação de metrô, Linha 5 – Lilás, e de trem, Linha 9 – Esmeralda, da CPTM.

A participação da Projelet na empreitada teve início em junho de 2019, com o projeto das instalações em modelagem em BIM, que foi finalizado seis meses depois, em dezembro do mesmo ano.

Projeção 3D da estação Santo Amaro
Projeção 3D da estação Santo Amaro – antes das Obras

 

Projeção 3D da estação Santo Amaro - Depois das obras
Projeção 3D da estação Santo Amaro – depois das obras

Entre engenheiros, auxiliares de engenharia e projetistas que elaboraram o projeto de alto performance para nosso cliente João Cotta, através da Oliveira Cotta Arquitetura e Construções, estão: Weber Carvalho, Danielle Pereira, Diego Moura, Rômulo Fernandes, Matheus Matos e Pedro Antônio, do setor de hidráulica, Magno Costa, João Borges, Karina Silva, Amanda Nunes e Nayara Rocha, do setor de elétrica.

Projetada na metodologia BIM, com base na modelagem da informação da construção, a reforma conta com um melhor entendimento geral sobre as intenções originais dos projetistas. Com o intuito de obter menos conflitos durante as obras, consequentemente, menos mudanças durante seu desenvolvimento, maior rapidez nos ciclos de aprovação do cliente e maior controle e previsão de custos.

De acordo com a projetista Karina Silva, um dos diferenciais do projeto e seu grande trunfo foi a modelagem em BIM.

Tivemos acesso às novas ferramentas em BIM, como nuvens de pontos e ‘Scene2go’, que foram essenciais para que desenvolvêssemos o projeto. Além de, um sistema de colaboração online que integrava todas as equipes, que funcionava de forma eficaz”, contou Karina.

A estação 

Tombada pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo, a estação construída em uma ponte estaiada, uma das primeiras do país.

Patrimônio tombado, estação foi construída em uma ponte estaiada, uma das primeiras do país

Serão construídas duas pontes metálicas paralelas ao mezanino que liga as duas estações. Também será ampliado o corredor por onde transitam os passageiros, novas escadas rolantes e elevadores serão instalados. 

Ainda segundo a projetista Karina, a empreitada foi um grande desafio, por conta da magnitude do projeto. Os clientes exigiam o máximo de todos os envolvidos, para que a execução fosse de alta performance, o que ajudou a enxergar todas as facetas da modelagem em BIM, de forma mais clara.

Foi um projeto de reforma desafiador, principalmente a forma de como nos foi exigida uma disciplina ainda mais rigorosa nas aplicações do modelo e nos entregáveis. O acompanhamento semanal da evolução do modelo, o desenvolvimento dos trabalhos junto ao cliente de forma, quase que diária, e o nível de exigência foram os principais desafios enfrentados”, explicou a projetista.

Estação Santo Amaro de Metrô-CPTM recebe cerca de 95 mil por dia
Estação Santo Amaro de Metrô-CPTM recebe cerca de 95 mil por dia

Para entender melhor como ficará o resultado das obras, a ViaMobilidade, concessionária responsável pela estação, fez um vídeo com uma projeção 3D, que divulgamos aqui.

Confira aqui o vídeo de como ficará a estação Santo Amaro da Linha 5-Lilás, após ampliação

Os passageiros que utilizarem a plataforma, vão encontrar uma passagem cerca de 7 metros mais larga, o que deve melhorar o deslocamento em horários de maior movimento. Segundo Francisco Pierrini, presidente da ViaMobilidade, no local circulam aproximadamente 95 mil passageiros por dia.

Soluções em Projetos Integrados | www.projelet.com.br

#BIM #ProjetosEmBIM #CulturaProjelet #VisãoDeFuturo #CasesDeSucesso

Informações via Secretaria dos Transportes Metropolitanos de São Paulo
Vídeo ViaMobilidade